O pensamento de Celso Furtado revisitado

ProfRosa 1

Neste último sábado (21.10) o Alpha recebeu a Profª Rosa Maria Vieira ((PUC e FGV) que revisitou o pensamento de Celso Furtado (objeto de sua tese de doutorado), dentro do ciclo Idéias de Encontro – pensamento atual. Para as cerca de 30 pessoas que tiveram a sorte de ouvi-la e receber, não só suas valiosas informações sobre o personagem em tela, mas sobretudo, uma aula de história político-econômica do Brasil, já que a professora, historiadora de formação, focou sua abordagem no pensador Celso Furtado, que se diferenciou por seu papel de intelectual público sempre voltado para a transformação da realidade. Não só contextualizou o pensamento de Furtado na sua época, mas também fez pertinentes apontamentos sobre o pensamento dos que o antecederam bem como de seus seguidores.
Algumas das colocações da professora, que pudemos (toscamente) pinçar de sua fala:
- Um dos últimos representantes da geração de 30, CF não era um economicista. Não pensava a economia como fenômeno isolado em si mesmo. Se lhe faltava elaboração teórica – falha de que foi acusado pelos defensores da economia como técnica de racionalidade aplicável para todos os países ou realidades – sobrava-lhe arrojo e criatividade. Dialogou com seus pares, com a história, com a política, com a sociologia. Um intelectual atuante e preocupado com as grandes questões nacionais.
- Intelectual envolvido com a problemática social, ajudou a construir a moderna Ciência Social no Brasil, criou a economia política brasileira, sem jamais deixar de reconhecer a história das classes sociais no processo histórico. Nem de esquerda (jamais foi ideólogo de nenhuma revolução popular), tampouco à direita. Um moderado que, depois de 66, vai caminhando para a esquerda (jamais para o marxismo), muito mais para uma profunda reforma capitalista. CF não acreditava que os agentes para uma reforma profunda na sociedade pudessem vir da burguesia nem da classe trabalhadora, mas sim através do fortalecimento do Estado e uma “intelligenza” dotada de conhecimento e racionalidade cientifícia.
Mais não digo, por medo de cometer equívocos de interpretação, até mesmo porque, conforme já noticiamos aqui, essa e as demais palestras serão publicadas em livro (no primeiro semestre do próximo ano) numa co-edição Alpharrabio-FAENAC. Aguardem, pois. (dtv)

ProfRosa 2

About Dalila

Dalila Teles Veras, escritora, proprietária da Alpharrabio Livraria e Editora
This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>