Comendo Sol

Dr.Celso

Na terça, 21.11, o cenário foi preparado para receber os amigos do Dr. Celso Battello que autografou o seu livro Comendo Sol. Como nem só de sol vive o homem, foi providenciado um vinhozinho, castanhas e patês para que a festa não fosse só das letras e da ciência, mas também da convivência e celebração. Muita gente de branco vinda diretamente dos consultórios para prestigiar o colega médico, autor de muitos títulos científicos já publicados, especialista em Homeopatia e Iridologia e medicina biomolecular. Festa bonita. Pois bem, registrar acontecimentos com atraso também tem lá suas vantagens. Andei bisbilhotando as 170 páginas da obra que, apesar de científica, vem numa linguagem bastante acessível a leigos como eu. Assim, deparei-me com algumas informações mais do que bem vindas, sobre alimentos “polêmicos”, em especial para aqueles que, assim como eu, cultivam algumas preferências alimentares “condenáveis” (incluamos aí nesse “aqueles”, o nome de Luzia Maninha, nossa fotoblogueira de plantão neste espaço). Sem sabermos exatamente por quais artes ou interesses, esses itens foram transformados em verdadeiros vilões na história da alimentação: café e carne (para só ficarmos neles, pois há também o “pobre” do ovo que também entra nessa história). Ora vejam só o que diz o Dr. Batello sobre ambos:
O Café: estudos recentes têm demonstrado que se tomado moderadamente estimula os centros psíquicos. (…) O café é rico em magnésio, que juntamente com a cafeína incrementa a produção de serotonina, apelidado de “hormônio da alegria”.
A Carne: “A Carne deve fazer parte de uma alimentação saudável. A inclusão de carne bovina na nossa alimentação é importante porque é uma excelente fonte de proteínas (nutriente relacionado à construção e regeneração celular) de alta qualidade. Além disso, é fonte de minerais (como ferro que previne a anemia) e zinco (importante para o crescimento, cicatrização e função imunológica); de ácidos graxos essenciais e de vitaminas do complexo B, principalmente a B12, indispensáveis ao organismo saudável.” É claro que a seguir, o médico faz algumas recomendações, indicando como ideais as carnes magras, a moderação, etc. Aí fica o alerta de que, aqui como em outros campos, a radicalização nem sempre é o melhor caminho a percorrer. (dtv)

About Dalila

Dalila Teles Veras, escritora, proprietária da Alpharrabio Livraria e Editora
This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

One Response to Comendo Sol

  1. Pingback: free