Uma aula de história a propósito de um filme

Passaporte2

No sábado, 25, foi a vez de encerrarmos (com chaves de ouro) o ciclo de documentários Prova dos Nove, com um curioso e bem elaborado filme: “Passaporte Húngaro” (2003), dirigido e protagonizado por Sandra Kogut. A surpresa, no entanto, veio com a verdadeira aula de história da Europa com que, a propósito do filme, o convidado Aleksandar Jovanovic brindou a platéia, enquanto a cidade submergia pelo aguaceiro do antecipado verão. Intelectual dotado de uma comunicação fácil, graças ao longo exercício de Professor na USP e de jornalista atuante, o professor, poliglota e especialista em linguística e Educação, situou seus comentários em 3 linhas: 1º) as particularidades sobre a feitura do filme (a diretora que é também personagem/narradora, mas que é, por si própria, “deletada” do filme, como recurso estilístico). 2º) a procura das raízes (o Século XX, observou, foi o período no qual a humanidade mais experimentou deslocações na sua história, gerando, assim, problemas sócio-culturais nos mais variados níveis, em especial, os da própria identidade. 3º) por fim, situando o “entorno” do qual fala o filme, uma vez que, sendo a Húngria um pedaço da história da Europa Central, necessário se fazia contar em largas pinceladas, as principais passagens dessa história, o que acabou sendo feito de forma didática, competente e bem humorada pelo professor Jovanovic. Vários pontos da lição do mestre ficaram muito presentes, ao menos para mim, que acompanhei com muito interesse suas colocações. Destacaria um deles que me parece central para entendimento da complexidade do mundo hoje, o de que nem sempre as fronteiras dos países coincidem com as fronteiras culturais de seus cidadãos. No meu modesto entender, lidar com a alteridade é o grande desafio destes nossos tão complexos tempos. (dtv)

Passaporte1

About Dalila

Dalila Teles Veras, escritora, proprietária da Alpharrabio Livraria e Editora
This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Comments are closed.