Barro e surpresas

Ceramica1

As águas de março, antecipadas em alguns meses, chegaram com fúria a Santo André e, por muito pouco, não atrapalharam a festa programada pelo pessoal do Atelier Da Terra. Por três horas o aguaceiro desabou, transformando a Eduardo Monteiro, ao anoitecer da última terça-feira, 28.11.06, em formidável cachoeira, impedindo a travessia de pedestres. Ainda assim, amainado o temporal, os convidados foram chegando para a abertura da bela exposição O Gesto da Mão na Argila e recebidos pelas mestras Vera Luz e Massaco, coadjuvadas pelas companheiras de ofício. Desde segunda-feira, quando as peças começaram a chegar, uma atmosfera telúrica impregnou todo o espaço físico do Alpharrabio. Com delicadeza e bom gosto, as peças multiformes, multicores, utilitárias, decorativas, artísticas, criativas foram ocupando os espaços vagos, misturando-se aos livros, às plantas, aos peixes, compondo um todo harmonioso.
Já na tarde do dia seguinte, lá estava a ceramista Vera, barro, aventais e ferramentas a postos, à espera dos interessados em participar da oficina por ela ministrada. E assim, ao lado das peças já moldadas e queimadas, outras vão nascendo, inseguras, toscas, mas, ainda assim, vivas, produto da criação e da vontade. Bom viver assim numa natureza transformada, escaninho de surpresas só a poucos (lamentavelmente) revelado. (dtv)

Ceramica2

About Dalila

Dalila Teles Veras, escritora, proprietária da Alpharrabio Livraria e Editora
This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Comments are closed.