Reflexos de Fina Estampa

Manhã ensolarada de inverno. O olhar sensível de Luzia Maninha capta os reflexos de Fina Estampa espaço adentro. A luz no Alpha, a luz na renda, a luz na chita, outra estampa – interferência da natureza, outra arte.
Confira:

Criz 02 1 2 3

Criz 01 1 2 3 4 5 6

Criz 03 1 2

Criz 05

Criz 06

Criz 08

About Dalila

Dalila Teles Veras, escritora, proprietária da Alpharrabio Livraria e Editora
This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

2 Responses to Reflexos de Fina Estampa

  1. Realmente ainda não tenho noção do alcance do meu trabalho. Acho que está é a beleza de fazê-lo. As vezes tenho uma sensação de vazio quando a obra está pronta numa exposição. Mas na verdade a obra tem um renascimento ali, quando está pro mundo e reverberando nas pessoas. Aí esta sensação dá lugar a alegria da criação, onde você não tem mais controle. Que bom!
    Obrigada pelas imagens. Obrigada pelo olhar. E pelas reflexões.
    Criz Suzuki

  2. isa says:

    Ainda não percebi se gosto mais das fotos, se da “arte aplicada” (rendas) ou se do espaço tão aconchegante, com estes reflexos todos rendilhados.

    Só sei que precisava de arejar e isso aconteceu ao abrir este blog. Entrou uma lufada de luz, cor e brilho. Bem, só faltou mesmo sentir o cheirinho do café.

    Hoje foi a minha de vez “sacar” e que me perdoem pelo “roubo” mas estas fotos estão como fundo do meu ecrã (tela).