Três anos e alguns dias

terceiro ano
duradouro

teimosia em
palavra

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

3 Responses to Três anos e alguns dias

  1. Bem lembrado pela nossa sempre atenta fiel escudeira luzia maninha este três anos de blog e mais de 157.000 visitas. A casa é vossa, entrem e fiquem à vontade para ler, para ver, para fruir. (dtv)

  2. isa says:

    Todo esse tempo?
    Tão pouco assim? :) :)
    Tantas marés, muitas mais para navegar.

    O “nosso cantinho”, só este ano ultrapassou largamente o número de visitantes alcançados em 2 anos. Boa!!!

    Como diria o grande Fernando Pessa “E esta hein?”

    Confesso que não me surpreende porque desta “fonte” brota algo que vicia (?) mas que insaciados temos de voltar uma e outra e ainda outra vez e de cada vez, mais ávidos por uma ideia, uma cor, uma luz, um poema, uma presença, uma ilusão, um desejo encontrar.

    Há um ano, dos muitos deliciosos artigos deste blog, tomei a liberdade de destacar um porque a sua leitura reavivou-me a memória de tal forma que “senti” o cheiro de algo há muito desaparecido (gráfica do meu bairro).

    Hoje, sem desprimor para com todos os outros, gostaria de sublinhar “A arte ocupa o(s) muro(s)”. Este post é a prova cabal quando se diz que aqui encontra-se ideias, cor, luz, poesia, trabalho, vida. E de tal forma envolvente que transborda e galga espaço virtual e real e não admite fronteiras.

    (psst, aquela sombra mais pequena junto ao Filipão é do meu braço – não foi quaisquer 8.000kms que me impediram de estar aí nesse dia tão cheio de azul, onde certamente o canto do pássaro da mesma cor se fez ouvir).

    Ergamos a taça, tim-tim.

  3. Pois não é que em termos de arte não há mesmo fronteiras!
    A prova disso é que arte veiculada aqui atravessa o Atlântico e dá, lá nas terras banhadas pelo Sado, com uma fruidora tão atenta e tão sensível como você, Isa.
    Bem haja! Que as trocas continuem.
    abraço forte
    dalila