Festa III

Ainda na “ressaca” do dia 22, outra festa, da poesia, aconteceu hoje, 25. Enquanto as fotos da repórter Maninha não chegam, aí vão mais alguns flagrantes da outra, a de segunda-feira:

Alphablogadolar

a certa altura, o “trânsito” totalmente congestionado, ninguém mais entra nem sai, só a palavra, o som..

Alphablogdilascio

O nó na garganta: Fernando di Lascio (de costas, com chapéu) propõe um minuto de silêncio pelas vítimas da tragédia na Ilha da Madeira… Dalila propõe que o ato se estenda a todas as outras vítimas dos quatro cantos do planeta conturbado…

AlphablogEdu

mas estamos vivos (ainda que o mundo nos doa) e é preciso continuar… a palavra é do jovem artista, Eduardo Nunes que fala de sua timidez sem demonstrar timidez…

Alphablogcantora

e a música volta a embalar a festa

Alphablogcantor

e novamente… canções adentram a noite

Alphablogfilha

filha de peixe… (família que canta unida, coral será…)

Alphablogvipe

um tostão para quem adivinhar o que conversa a moça que inundou o recinto com flores (Viviane, da A Varanda, floricultura e paisagismo) com a amiga Penélope, enquanto o amado a enlaça… (e os lá do fundo tentam adivinhar?)

Alphablogfim

uma festa com essa energia “misturalista” de poetas performáticos, happers, cantores, percussionistas, dançarinos e tantos… e tantas… não deveria acabar… como não acabou (dtv)

About Dalila

Dalila Teles Veras, escritora, proprietária da Alpharrabio Livraria e Editora
This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

9 Responses to Festa III

  1. isa says:

    “Sei que estás em festa, pá
    Fico contente
    (…)

    Eu queria estar na festa, pá
    Com a tua gente
    E colher pessoalmente
    Uma flor do teu jardim

    Sei que há léguas a nos separar
    Tanto mar, tanto mar
    Sei também quanto é preciso, pá
    Navegar, navegar” (…)

    E eu aqui, por dentro e tão fora dela, mas sempre presente, presente!!!

  2. Que beleza ver todas essas fotos do evento por aqui! Registros de uma grande noite. Foi uma enorme honra participar e contribuir com a festa. Conheci o Alpharrabio há pouco tempo (o que não deixa de ser um absurdo…), mas já tenho certeza de que não haveria lugar melhor pra fazer minha primeira exposição.
    Pessoas totalmente em sintonia com o que eu procuro transmitir com meus trabalhos. Só tenho a agradecer, e digo que serei um habitante frequente do recinto. Estarei por aí sempre que puder.

  3. Penélope says:

    Ai, quantos curiosos… mas num ambiente como o Alpha, os curiosos se alimentam de muita conversa boa mesmo.

  4. E como diria uma amigo nascente e vivente no Crato (CE):
    “E tome festa!”

  5. Tin tin!
    Um brinde.
    Que, mesmo distante,
    esquente!

  6. Silene Pignagrandi says:

    Parabéns Alpharrabio!!! Aos maiores a maioridade!
    É… admito: fiquei com inveja.
    Com carinho e admiração,
    Silene
    PS: Aguardo a dos 20!

  7. Beth Caram says:

    Parabéns Dalila e a todos que contribuiram pra que essa festa ficasse tão perfeita e agradável!!!
    Acho sempre um privilégio cantar para seu público.
    Falo em nome também do Grupo Lúmen(Cleber Silveira, Cris Fratta, Jane Moran e Tábata Lasso)
    Beijos e sucesso sempre!!!
    Beth Caram

  8. Edmilson Nunes says:

    Olá minha cara cunhada
    quero aqui me expressar
    sinto no blog que vejo
    o seu sorriso se alargar
    e aqui de coração partido
    por ai não poder estar
    felicidades ao Alfarrábio
    por sua maioridade alcançar

    não foi realmente pela chuva
    pois até que dela gostamos
    foram os compromissos e lida
    que aqui nós enfrentamos
    a chuva seria um presente
    que aqui nós desejamos
    pois o calor é muito forte
    e com ela nos refrescamos

    parabéns, meus parabéns
    a todos quero eu dar
    a quem faz o Alfharábio
    e a qem dele sabe cuidar
    o ambiente é agradável
    vale a pena passar por lá
    lá fazemos amigos
    lá podemos saldar
    saldar a quem faz poesia
    e quem sabe também cantar
    são artistas e pessoas simples
    autoridades que passam por lá
    eu me orgulho e confesso
    pois, já estive por lá
    confesso que tinha vontade
    desta festa participar. Abraços,
    Edmilson Nunes, Fortaleza, CE

  9. Ivan Savioli Ferraz says:

    Cara Dalila, daqui de Ribeirão Preto envio um IMENSO abraço a você e a toda comunidade alpharrabiana – da qual, ainda que de uma forma muito tímida, sinto fazer parte – pelos 18 anos deste templo da cultura andreense!

    De coração: tenho muito orgulho da Alpharrabio e, é claro, de você fazerem parte da história da minha Santo André!

    Que venham muitos outros 18 anos…

    Ivan Savioli Ferraz
    (um andreense pelo mundo)