Um rio de conversas

Adelia180910 05

A manhã deste último sábado, 18 de setembro, vésperas de Primavera, o Alpha vestiu-se do frescor típico da estação, com a palavra iluminadora de dois artistas e intelectuais: Adélia Nicolete, a professora, dramaturga e escritora, e Umberto Magnani, o artista biografado no livro Um Rio de Memórias (Coleção Aplauso, Imprensa Oficial) que Adélia escreveu.

Adelia180910 06

Memória e lembrança, coisas (quase) diferentes no dizer do emérito contador de histórias (memória é o que deixou de ser falado e que é quase ficção; lembrança, é a memória exata, com detalhes, o (re)viver o fato real.

Adelia180910 03

A abundância de histórias, uma vida plena de um ator que trilhou todas as etapas e caminhos de sua profissão (formação pela EAD, atuação no teatro, na TV e no Cinema, desde os primeiros e humildes papéis do começo de carreira até os mais marcantes. A militância, política e artística), trajetória contada com a simplicidade de um homem grande que, após décadas de carreira, ainda sonha com coisas “pequenas”, ou seja, atuar só no teatro, um teatro voltado à formação de público, com sessões às 18,30h, para aqueles que saem do trabalho não precisarem ir a casa e regressar, ingressos acessíveis e sessões de segunda a sábado.

Adelia180910 01

A trajetória desse livro, trabalho iniciado em 2004, contada por Adélia, senhora dona do roteiro e da organização, domadora da palavra oral que transita para o livro, organizada, sem descaracterizar a essência, nem a voz de quem a disse.

Adelia180910 02

Conversas, conversas, preenchendo a manhã e as necessidades do encontro, da troca, do olho no olho, do toque de pele, da presença, do tom da fala, do humano, fazendo do espaço a vez da Ágora desaparecida.
Um encontro luminoso, que acrescenta mais um capítulo a uma história de 18 anos recheada de encontros. (dtv)

Adelia180910 04
(Rolim, o nosso carteiro-leitor, a serviço, deixa a correspondência e recebe a surpresa do encontro, inesperado. Após a pose e os autógrafos, sai repetindo, “livro é alimento”, “ganhei o dia”!.)

About Dalila

Dalila Teles Veras, escritora, proprietária da Alpharrabio Livraria e Editora
This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

4 Responses to Um rio de conversas

  1. Adélia Nicolete says:

    As justificativas são muitas para o não encontro. A agenda, o trânsito, o clima, a violência, a desorganização, a preguiça. E tantas outras, tão sinceras, tão justas.
    Por que (ou para que) lançar o nosso livro no ABC? Já foi lançado em São Paulo, está disponível para daunloude, não fala de celebridades, nem foi escrito por uma! Pra que?
    Justamente por causa do encontro. O tão ansiado encontro com os amigos, com possíveis ou persistentes leitores, com gente de carne e osso, e risos na boca, e espanto nos olhos. Abraços quentes, ouvidos atentos, celebração.
    E também porque é o Alpharrabio quem nos acolhe.
    Se não, talvez fosse mais um encontro adiado.

  2. Elaine Perli Bombicini says:

    Dalila, Adélia, Umberto…
    a alegria de estar no encontro é maior que qualquer justificativa, pró ou ao revés…
    Peter Brook em seu livro: O diabo é o aborrecimento”, dá a entender que a procura do sagrado é uma atitude. E que a relação do pensar com o espaço que nos cerca, que nos abriga, favorece o entendimento desse encontro com o sagrado.
    É assim que vejo, esses encontros, rituais ou não, mas plenos em si, aconchego para alma, celebrado e sutil, engrandecem a todos que participam. Celebrar com Adélia é celebrar a Amizade. Encontrar com Umberto é aprender mais e mais, é reconhecer a possibilidade de ser íntegro num mundo como o nosso… e Dalila oferecer o espaço para isso, é se dar conta da generosidade que há no humano, manifestado.
    Fico feliz, por poder ter estado, sai desse espaço, melhor do que entrei.
    E no mínimo reconheço que esses fatores, oferecidos por voces em atitude, foram os responsáveis.
    Feliz estou em celebrar o sagrado desse ENCONTRO.
    Dias felizes e muitas novas oportunidades e meu abraço mais que carinhoso,

    Elaine

  3. Olá, Elaine
    Responsável é você, por trazer essa (nova) energia a preencher todos os espaços (físicos e afetivos) do Alpha.
    Bem vinda! Bem haja! Venha sempre!
    Olá, Adélia, que os nossos encontros sejam sempre cumpridos e jamais adiados.
    Abraço e grato forte a ambas
    dalila teles veras

  4. Rolim says:

    Estar entre meio a duas celebridades como Adélia Nicolete e Umberto Magnani, inda assim ganhar um livro autografado por ambos, com o aval da poetisa Dalila Teles Vera, é como ganhar um grande e valioso presente. Foi justamente isso que aconteceu. Que ótimo que a professora Dalila teve essa nobre idéia de dentro da sua empresa favorecer esse belo e rico encontro de celebridades,e porconseguinte manhã de autógrafos. O meu livro que ganhei será zelado como um lindo troféu e enriquecerá minha doce biblioteca. Parabens poetisa Dalila
    e que tenhamos muitos momentos como foi este. Rolim. Nota: O seu carteiro.