Alpharrabio 21 = Ano cinco (1997)

1997   01

15 fevereiro
“A Alpharrabio Tem História” – Tarde de histórias com Carlos Sereno e direção de Maria Helena Amorim Schoeps.

21 fevereiro
Festa dos 5 anos. Coquetel, com lançamento do boletim especial Alpharrabio 5 anos (depoimentos de cerca de 30 pessoas que utilizaram o Alpharrabio para divulgar sua produção artística, organizado por Zhô Bertholini e Luzia Teles Veras). Show “Nanico”, com o compositor e violonista Naiman.

22 março
Lançamento do livro Poesia Pão e Circo & Paulo Leminski: Ofício de fascínio (Alpharrabio Edições), de Tarso de Melo. Participação especial do músico André da Silva Calixto (flauta).

12 abril
Lançamento do livro Paulistarum Terra Mater (Alpharrabio Edições), de Irineu Volpato, um poema épico, recontando a história da Vila de Santo André da Borda do Campo. A seguir, o debate “Uma História por Contar”, com Suzana Cecília Kleeb, do Museu de Santo André e do jornalista da memória Ademir Medici, sobre aspectos da história local.

26 abril
A Cumplicidade do Abraço – Recital de Poesia com o poeta Euclides dos Santos.

1997   02

10 maio
Show musical com o grupo K.RAM.K

16 maio
Lançamento do “Mês da Literatura no Alpharrabio”, com o livro Memórias (Editora do Brasil), de Carlos Galante, sobre sua trajetória de 50 anos como professor, engenheiro e político na região.

23 maio
Apresentação do 30º número da revista literária A Cigarra, editada por Jurema Barreto de Souza, Zhô Bertholini e João Antonio Silva Sampaio.

24 maio
Lançamento do livro Tatuagem (Alpharrabio Edições), primeiro livro de Moacyr Costa Silva.

27 maio
Reunião de cerca de 50 produtores culturais da cidade com o prefeito eleito, Celso Daniel, para debater a política pública da cultura em Santo André.

31 maio
Lançamento do livro Dr. Panambi e Dossiê Urtiga, de Cláudio Feldman.

1997   03

14 junho
Lançamento do livro Madeira do Vinho à Saudade, poesia, de Dalila Teles Veras, edição fac-simile da edição portuguesa original (1991) publicada no Funchal, Ilha da Madeira.

18 junho
“Horácio” de Heiner Müller – Monólogo com Celso Frateschi, seguido de debate com o público.

21 junho
Encontro com grupo de escritores de Cotia, do Jornal D´Artes (João Barcellos, Valéria Litivac, entre outros).

19 julho
Lançamento do no 1 da coleção “micro”, com poemas de Wilma Lima.

1997   04

1997   05

16 agosto
Show com o Grupo K.RAM.K, composto pelos músicos Denise Coelho, Jefferson Sooma, Paulo Querubin, Leandro Válquer e Dalton.

23 agosto
“O Romance-Idéia de Paulo Leminski”, com o poeta Tarso de Melo. Curso que Tarso prefere denominar “dis/curso e discussão”, introduzindo à leitura do livro Catatau.

06 setembro
Encontro com o escritor Roldan-Roldan autografando seu mais recente livro de contos Ao Sul do Desejo (Editora Komedi).

12 setembro
Lançamento do no 31 da revista literária A Cigarra.

13 setembro
Talentos Emergentes – A Livraria Alpharrabio reabre o Projeto Talentos Emergentes que durante o ano de 1996 revelou nove poetas inéditos em livro. Inaugurando esta segunda fase, o poeta Kleber E. Mantovani apresentará seu trabalho, com leituras e posteriores comentários. A Livraria lança o segundo número da coleção micro, com poemas de Kleber.

20 setembro
Lançamento do novo título da Alpharrabio Edições: “De Soslaio”, poemas, de Marcelo Montenegro, poeta de São Caetano do Sul.

1997   06

04 outubro
Primeira reunião de Escritores em Movimento, com cerca de 30 escritores da região.

04 outubro
O poeta Tarso de Melo autografa seu álbum de poemas Mimos Mínimos, mais um título da Alpharrabio Edições. O livro é uma oferenda poética aos escritores da predileção do autor (Leminski, Rosa, Joyce, Cabral de Melo Neto, Cortázar e outros), acrescido de outros poemas, agrupados na segunda parte do livro, denominada “i.é, cf. ex.”.

06 outubro
Lançamento do livro Desafios do Governo Local – o modo petista de governar, coletânea de textos de 16 personalidades petistas, entre eles, Antonio Palocci, prefeito de Ribeirão Preto e Celso Daniel, prefeito de Santo André, presentes, entre outros, ao evento.

11 outubro
Lançamento do livro Eu Também Conto, de Thiago de Sandes Eduardo Pereira, um piauiense de 21 anos, 1,80m de altura, que reside em Fortaleza e, em muitas coisas, igual a todos os jovens de sua idade. Em outras, é um ser humano singular: é autodidata, aprendeu a ler e a escrever sozinho, toca piano e órgão, compõe e canta. Os pais de Thiago, quando ele era bebê, ouviram dos médicos uma sentença: o seu filho é autista e jamais vai se comunicar com outras pessoas, não vai conseguir ler nem escrever. Contrariando a ciência, Thiago não só aprendeu como também escreveu o livro que hoje autografa e, de canja, canta para os presentes.

18 outubro
Encontro com o poeta Álvaro Alves de Faria, autografando e lendo poemas do livro O Sermão do Viaduto, reeditado 30 anos depois. Esta nova edição (Editora Traço) vem acrescida de um albúm de fotos e um ensaio de Nelly Novaes Coelho. Este poema-discurso, com 660 versos, foi lido no Viaduto do Chá em nove recitais, nos anos 65 e 66, quando foi proibido pelo DOPS.

25 outubro
Canudos: 100 anos de lutas – Leitura de textos de Os Sertões, de Euclides da Cunha, por diversos poetas (Dalila Teles Veras, Tarso de Melo, Wilma Lima, Jurema Souza, Zhô Bertholini, Aristides Theodoro, entre outros) e projeção do vídeo “Os Sertões” (TV Cultura) como parte da programação do evento “100 anos de Canudos”, uma realização do Colégio Singular e Singular-Anglo Vestibulares, EEPSG´s Dr. Américo Brasiliense e Senador Galeão Carvalhal, CEFAM e Alpharrabio, que durante o mês de outubro discute o tema através de oficinas, palestras, cinema, vídeo, lançamentos de livros e mesas de debates.

1997   07

01 novembro
Reunião dos Escritores em Movimento.

01 novembro
Lançamento da plaquete O Uivo da Loba, de Semíramis Correia.

08 novembro
“Pessoa” – Com esta apresentação, o ator Marcos Lemes encerra a temporada do monólogo Pessoa, estreado na Livraria em fevereiro de 95 e que percorreu inúmeros teatros e festivais durante este período. A peça, com duração de aproximadamente 40 minutos, mostra o poeta Fernando Pessoa dialético, filosófico e, sobretudo, dramático. O texto do espetáculo, com direção de Silvio Vieira, é uma recolha de notas, sem data e não assinadas, mas autênticas, onde o poeta Fernando Pessoa (ele-mesmo) revela-se incompreendido.

19 novembro
Lançamento do livro Diálogos de Amor – Humanismo e Exílio em Fehuda Abravanel (Ed. Nova Alexandria) do prof. Luiz Roberto Alves, livro que tece uma reflexão sobre a consolidação do humanismo renascentista. Leitura crítica por Dan Gedankien, Luís Alberto de Abreu, Dilma de Melo Silva e Alexandre Takara. Recital de música renascentista com a participação do Grupo Cármina, formado por Sérgio Carvalho (cravo), Marília Macedo e Ana Cristina Rosetto (flauta).

22 novembro
“Torquato”, com o poeta Zhô Bertholini e todos os demais Torqualoucanos. Tarde de conversa fiada, poesia, música, relembrando a geléia geral brasileira, “desafinando o coro dos contentes”. Vir ver ouvir – Torquato Neto. Comemoração a mais um aniversário de nascimento do poeta piauiense.

29 novembro
“Folclore na Literatura” – Palestra com o poeta e crítico literário Aristides Theodoro, abordando aspectos folclóricos e regionais na literatura brasileira.

29 novembro
Lançamento de Carta a Satanás, de Moreira de Acopiara, coleção micro (Alpharrabio Edições).

04 dezembro
Lançamento do livro A Cidade Vertical e o Urbanismo Modernizador (Studio Nobel/Edusp/Fapesp) de Nadia Somekh, obra que aborda o início da fase de verticalização de São Paulo.

06 dezembro
Reunião dos Escritores em Movimento

6 dezembro
“A Música e a Palavra” – A musicista Mara Inês Forato fala de aspectos da criação na música e na poesia, num enfoque musical. O tema foi abordado na sua dissertação de mestrado defendida este ano na Universidade Metodista sob o tema A Educação Musical: Uma Abordagem Construtivista.

11 dezembro
Lançamento do romance Sim Sinhor, Inhor Sim, Pois Não… de Antonio Possidonio Sampaio. Reedição da obra publicada originalmente em 1977, como encarte do no 17 da revista Escrita, que conquistou o primeiro lugar no I Concurso Escrita de Literatura, promovido por aquela revista. O romance narra a trajetória de um jornalista que é preso pela ditadura militar brasileira.

13 dezembro
Recital musical com o cantor e compositor Naiman apresentando suas mais recentes composições e outras canções da MPB. Naiman também atua no grupo de seresteiros Serenando Serenatas que leva a seresta em domícilio. Participação especial de Artur Gomes e Grupo de Maracatu. Este show encerra a programação de 1997 da Alpharrabio.

About Dalila

Dalila Teles Veras, escritora, proprietária da Alpharrabio Livraria e Editora
This entry was posted in Debates Culturais, Personagens, Programação Alpharrabio. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>