Poetas do Alpha XVIII

Eu tinha uma capa de chuva ampla como uma
barraca. Ela era azul-claro nos ombros,
descia escurecendo até tornar-se plúmbea.
Caía solta em torno de meu jovem corpo
magro parecendo sempre que eu me molhava
naquelas águas rápidas que o verão forjava.

Semíramis Correia, o uivo da loba (Alpharrabio Edições)

alpha 18 Semiramis
imagem: isaferreira, “ventos puros”

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>