Poetas do Alpha XXII

Uma carta a Satanás (excertos)

Como é que vai, Satanás?
Primeiro eu vou lhe dizer
que foi em missão de paz
que resolvi lhe escrever.
Mas saiba que não sou triste
nem sei se você existe,
se existe sei que não gosta
de quem sempre andou na linha,
só que pra essa cartinha
eu exijo uma resposta.

(…)

Em qualquer situação
você bem analisando
sua única função
é trabalhar castigando
os que viveram mentindo,
assassinando, estorquindo,
deixando desiludido
muito cidadão decente.
Então castigue essa gente
que eu lhe fico agradecido

(…)

Por aqui quanta amargura
no tempo da repressão.
Quem semeou ditadura
eu acredito que não
ficou no esquecimento.
E quanto aborrecimento
o governo “colorido”
causou, e quanta frieza!
Esse também com certeza
não deve ser esquecido.
(…)

Moreira de Acopiara, excerto do cordel integrante da coleção micro, nº 6 (Alpharrabio Edições)

alpha 22 Moreira
imagem: isaferreira, “derradeira missiva”

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>