Um encontro com José de Souza Martins e apresentação de seus novos livros

JSMartins0315  01

A Livraria Alpharrabio, recebeu no último mês de março o prof. José de Souza Martins, um dos mais importantes cientistas sociais do Brasil, para mais uma memorável conversa de livraria, a propósito da apresentação de seus mais recentes livros, Linchamentos: a justiça popular no Brasil, Editora contexto, 2014 e Desavessos – crônicas de poucas palavras.

JSMartins0315  03

Uma plateia composta por escritores, memorialistas, professores e alunos da UFABC, acompanhou atentamente a fala, sempre cativante do Prof. Martins, interagindo com perguntas e colocações pertinentes.

JSMartins0315  29

JSMartins0315  21  1

JSMartins0315  19

JSMartins0315  23

Linchamentos: a justiça popular no Brasil é resultado de anos de pesquisa e estudo sobre essa forma de comportamento coletivo, que ganhou notoriedade no Brasil nos últimos 20 anos, ainda que não seja novidade na sociedade brasileira, uma vez que, assim nos aponta o professor, há registros documentais dessa força de justiçamento no país ainda na metade do século XVIII. Informa-nos ainda que há poucos estudos sociológicos e antropológicos a respeito em parte “em decorrência da dificuldade para tratar sociologicamente de processos sociais em conflito com o pressuposto moderno da razão”. Aponta o prof. Martins para o fato de estar o Brasil entre os países que mais lincham no mundo. Essas ações, motivadas por atos gravíssimos de estupro de crianças, por casos de incesto, por roubos que vitimam pessoas pobres e desvalidas, culminam no trucidamento violento dos acusados.

JSMartins0315  06

Desavessos, um livro de crônicas (crônicas?), nasceu de observações anotadas pelo autor ao longo de muitos anos de “observador da realidade social, em que também me observo como mediador de conhecimento e observo o outro que há em mim. Observador de contradições e avessos, busco nos desavessos a dinâmica imaginária do real que há no espelho que revela as ocultações do invisível”. , em que também me observo como mediador de conhecimento e observo o outro que há em mim”. um livro que nasce das “entrelinhas e nas entrecenas do trabalho científico” para virar poesia.

Esperança

Não há poesia
nesta folha nua.
Apenas a brancura
do verso possível.
Branca esperança
na rima que há de vir

Sim, o livro é composto, ainda que o título e o autor neguem, de 55 poemas intercalados por fotos que, “mais do que ilustrações”, carregam múltiplos significados.
Neste livro, primorosamente concebido também como objeto gráfico pela Com-Arte Editora Laboratório da Escola de Comunicações e ARtes da USP, 2014, o sociólogo/fotógrafo permite-se e entrega-se à emoção e o que era anotação na margem da ciência transforma-se em poesia de surpreendente feitura estética. Uma reunião do que separado estava e, neste conjunto, forma uma admirável narrativa poética que muito diz do poeta que não se diz poeta, mas que poeta é.
Para quem acompanha a obra de José de Souza Martins, um livro de poemas não constitui novidade absoluta. No livro José de Souza Martins – Coleção “Artistas da USP”, Editora da Universidade de São Paulo, SP, 2008, podem ser encontrados inúmeros poemas em diálogo com as imagens, prenúncio do que viria depois. À extensa biobibliografia do professor, pesquisador, cientista político, fotógrafo, articulista, cronista, fica, agora, acrescida mais uma qualificação que, nem maior nem menor do que as demais, integra e interage com elas: Poeta.

JSMartins0315  31

JSMartins0315  30

A palestra/aula magna do professor foi seguida de uma sessão de autógrafos. Entre o brinde costumeiro, a prosa estendeu-se tarde adentro, numa celebração fraterna do intelecto. (dtv)

O registro fotográfico é de autoria de Luzia Maninha

About Dalila

Dalila Teles Veras, escritora, proprietária da Alpharrabio Livraria e Editora
This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>