Album

lambe-lambe digital : 2anosBlog

2anosBlog

2anosBlog

Posts with this image:

4 Responses to Aniversário(s)

  1. Oi Dalila, oi Luzia Maninha, oi Alfistas graudos e miúdos

    é tão legal ir sabendo as atividades, ideias, fotos, invenções

    fico torcendo pela continuação

    leitores de blogues são como leitores de jornais, sempre lêem e raramente deixam missiva ou escrevem cartas do leitor :)

    abraços solidários
    Constança

  2. isa says:

    Ops! Estou esbaforida… Bom, na verdade, nem tanto assim, pois “quem corre por gosto não cansa”, acabei de chegar de mais uma viagem ao centro do blog.
    Sim, fui mesmo até ao cerne, ao âmago do mesmo. Revi com especial atenção o período a que chamei de “Abanão negro” – Julho-Agosto/2007 de dias frenéticos, bem complicados. De lá para cá, as visitas superaram a duplicação. É bom, não é?! A “malta”, quando é preciso, manifesta-se…

    Neste blogue degusta-se com todos os sentidos e se o mais distraído alguma dificuldade tiver (o que é bem difícil), as fotos da Maninha dão-lhe aquele toque mágico, poético.

    Poderia aqui enumerar dezenas e dezenas de artigos em que para além da visão e do tacto, todos os outros sentidos estiveram em alerta permanente, mas isso seria deveras exaustivo e, inconscientemente, poderia tornar-me tendenciosa. Ao acaso, darei a título de exemplo o artigo “Das artes fora do seu tempo” – 25/11/2007, que me trouxe o cheirinho precioso da “Princesa”, a gráfica do meu bairro.

    As vivências e emoções que aqui são partilhadas são preciosidades reais. Este blog tem todos os predicados necessários para dissipar quaisquer “dúvidas e reticências” mais resistentes da bloguista.

    Bem hajam por me deixarem brindar convosco, tim-tim.

  3. dalila teles veras says:

    Sei hoje – e por isso entendo tão bem quando a Constança diz que leitores de blogs são como leitores de jornais (já escrevi num e noutro) não deixam comentários, ou são poucos os que deixam, mas quando deixam… Bem quando deixam exercem o papel de motores propulsores da caminhada. Quando, por exemplo, alguém se debruça sobre esta trajetória e se dá ao trabalho de analisá-la (saindo de lá esbaforida e cansada), como acaba de fazer a Isa e como sempre o fazem a Constança, a Rosana o Daniel e outros leitores assíduos, aí é que assumimos um compromisso conosco mesmo de “não deixar cair a peteca”. Tentaremos. Bem hajam todos…

  4. Vitória Espósito says:

    Querida Dalila
    Estamos começando uma nova temporada de florescência. Plena primavera!
    Abs
    Vitoria