Album

4 Responses to Ainda os olhares viajantes e portucalenses

  1. Rosana Chrispim says:

    Amiga Dalila, o encontro com seus olhares viajantes nos faz sentir vontade de conhecer os lugares que menciona, não a duvidar das suas sensações, mas, muito pelo contrário, para saborear de verdade o gosto que nos põe na boca. O olhar é uma coisa tão particular que jamais conseguimos senti-lo todo. No entanto, você tem tido a rara felicidade de nos proprocionar um íntimo encontro com aquilo que nossos olhares ainda não puderam tocar. Abração.

  2. Rosana Chrispim says:

    Esqueci de acrescentar que, embora não seja esse seu objetivo, seus olhares dariam um livro infinitamente melhor que aquele cujo título é algo assim como “100 lugares que você não pode deixar de conhecer” (será isso?), porque mais sinceros e mais ricos e compõem sua própria bagagem.

  3. Constança says:

    fiquei com vontade de comer uma “francesinha” como só no Porto fazem

    belos relatos os seus Dalila, livrarias , gastronomias, vidas e olhares de quem aproveita o que vê e sente

    abraços
    Constança

  4. Constança says:

    cadê mais olhares????????????????????????